(Amélia Rodrigues) – Secretário de saúde de Amélia Rodrigues afirma que não há casos confirmados de Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na tarde desta quarta-feira (1/4) a Prefeitura Municipal de Amélia Rodrigues anunciou, através de informe oficial, que as notícias espalhadas em redes sociais de que existem casos confirmados de Covid-19 na cidade não são verídicas.

O secretário de saúde de Amélia Rodrigues, Toni Clécio, fez um pronunciamento em um vídeo afirmando que no município há casos suspeitos e monitorados de forma adequada.

Ele aproveita para lembrar que no Posto de Saúde da Família (PSF) da localidade do Campo Alegre há uma funcionária, que retornou a pouco tempo de treinamento realizado em São Paulo e cujo esposo se encontra com sintomas do Novo Coronavírus. Por esse motivo, toda a equipe foi afastada durante 7 dias (a partir deste dia (1º/4) por motivos de segurança. Foram solicitados os exames necessários para  funcionária, que até aqui não possui sintomas.

Toni Clécio também esclarece que o empresário da empresa KEMO, que no dia (19/3) esteve em Amélia Rodrigues acompanhado de sua esposa e outros empresários, apresentou sintomas de Covid-19 e se encontra internado em um hospital em Salvador. Já a sua esposa está sendo acompanhada onde o casal reside, na cidade de Lauro de Freitas. A secretaria de saúde entrou em contato com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), que os encaminhou para tratar o assunto diretamente com a Procuradoria Geral do Estado (PGE-BA).

Por fim, Toni transpareceu que 5 pessoas que tiveram contato direto com o empresário. A secretaria identificou todos: O gerente da empresa que se encontra em Fortaleza e já foi notificado e orientado, e outras 4 pessoas, que foram localizadas na KEMO e não apresentaram sintomas, mas farão os exames solicitados. Todos estão sendo diariamente acompanhados.

Fonte: Berimbau notícias.

Lapa FM 104,9

 

Youtube

Nosso Parceiros

 
uniftc

Anuncie

Seja nosso parceiro, anuncie aqui!
Promoção
educa-mais-brasil

Sigam