(Fique bem informado) – Últimas notícias de coronavírus de 16 de março

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os casos importados na China superaram nesta segunda-feira (16) os contágios internos pelo 3º dia consecutivo. As autoridades de saúde do país anunciaram 12 novos casos vindos do exterior contra apenas quatro casos locais diagnosticados em Wuhan, onde o novo coronavírus que provoca a doença foi detectado pela primeira vez e que está em quarentena desde o fim de janeiro.

Em uma tentativa de conter o avanço dos casos importados, a partir desta segunda começa a valer as novas regras impostas por Pequim para as pessoas que chegam à capital chinesa vindas do exterior. Os viajantes que chegam do estrangeiro serão instalados em centros de quarentena por duas semanas.

A queda expressiva do número de infecções no país nas últimas semanas contrasta com o aumento dos casos em outras regiões do planeta, especialmente na Europa. No total, o país registrou 80.860 infecções e 3.213 mortes.

Coreia do Sul

Um novo foco de infecção do novo coronavírus foi registrado na igreja Grace River de Seongnam, que fica 20 km ao sul de Seul, na Coreia do Sul. Quarenta e seis pessoas, das 135 que participam da congregação, apresentaram resultado positivo para Covid-19, incluindo o pastor e sua mulher.

Esta congregação religiosa seguiu com a celebração de cultos, apesar dos apelos do governo para que a população evitasse qualquer evento público e sobretudo religioso.

Mais de 60% dos quase 8,2 mil casos de Covid-19 no país estão vinculados à Igreja de Jesus Shincheonji, uma organização considerada uma seita por muitas pessoas.

EUA

Vários cassinos e hotéis de Las Vegas, nos Estados Unidos, fecharão as portas em um esforço para evitar a propagação do novo coronavírus a partir de terça-feira (17).

O Centro para o Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos divulgou um guia nacional que recomenda o cancelamento ou adiamento de qualquer evento que reúna mais de 50 pessoas, com exceção das atividades educativas ou de negócios.

O prefeito de Nova York, Bill di Blasio, anunciou o funcionamento restrito de bares e restaurantes, assim como o fechamento de casas noturnas, cinemas, teatros e salas de concertos. Los Angeles, na Califórnia, fechou os bares e casas noturnas.

Muitos estados já anunciaram o fechamento de escolas, museus, arenas esportivas e espaços de entretenimento.

Por G1

Lapa FM 104,9

 

Youtube

Nosso Parceiros

 
uniftc

Anuncie

Seja nosso parceiro, anuncie aqui!
Promoção
educa-mais-brasil

Sigam