(Descanso em Deus) Morre Madre Irmã Felicina Ferrari, religiosa que dedicou toda sua vida à caridade, ao serviço aos mais pobres, à fé e à educação.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Faleceu na tarde desta quinta-feira (27/8), aos 87 anos, a Irmã Madre Felicina Ferrari, fundadora do Educandário Imaculado Coração de Maria e do Instituto das Irmãs Missionárias do Coração de Maria que há mais de 30 anos educa com amor e colabora na formação integral da população ameliense em todas as dimensões, sejam no campo da educação, social, familiar e ética.

Ao seu legado que jamais será esquecido, além de colaborar na construção de várias capelas do município de Amélia Rodrigues, de ser também a construtora da Capela Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Feira de Santana, no Bairro Cidade Nova, ela também é idealizadora da Lapa FM, do Ginásio de Esportes Padre Aristotelino Dantas Lima, a quem homenageou pela grande amizade construída na cidade. Mas, o maior e mais importante legado da saudosa madre Felicina Ferrari, foi com certeza a formação de homens e mulheres íntegros, honestos e sobretudo, cidadãos de bem. 

A religiosa também ficou conhecida pela significante frase: Educar é amar, porque sem amor, não existe educação.

A religiosa, que viveu parte de sua vida em Amélia Rodrigues, morreu de causas naturais no hospital Unimed, em Feira de Santana. As últimas palavras dela foi “eu te amo, Jesus”.  A quem tanto amou em vida e que agora, o ama na eternidade.

A irmã era italiana da cidade de Felônica, e chegou ao Brasil em 1965, passou pelas cidades de Feira de Santana, Salvador e em 1982, fixou residência em Amélia Rodrigues, onde dedicou toda a sua vida, até o chamado de Deus para a eternidade.

Sua sabedoria inspirava a muitos: “Para fazer o bem é como subir uma ladeira para chegar (difícil), melhorar cada vez mais. Para fazer o mal basta deixar-se levar, é como descer a ladeira (fácil)”, falou a irmã Felicina ao ser entrevistada em uma ocasião pelo portal de Noticias – Berimbau Notícias.

O velório e o sepultamento não será aberto ao público, devido aos decretos do estado, por causa da pandemia da Covid-19 e para evitar aglomerações.

A lapa FM e seus colaboradores, se solidariza com as Irmãs Missionárias do Coração de Maria e roga a Deus pelo descanso eterno da madre Felicina Ferrari.

Vá em paz, irmã Felicina!

Ricardo Matos

Lapa FM 104,9

 

Youtube

Nosso Parceiros

 
uniftc

Anuncie

Seja nosso parceiro, anuncie aqui!
Promoção
educa-mais-brasil

Sigam