(Alerta internacional) – OMS descarta ‘pandemia’ para coronavírus, mas diz que surto ainda é emergência internacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Organização Mundial da Saúde mudou classificação em seis níveis, que em 2009, declarou como pandemia os casos de H1N1.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não considera que a epidemia de Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, possa ser considerada uma “pandemia”, como aconteceu com o surto de H1N1 em 2019.

Na segunda-feira (24), o diretor-geral da agência de saúde da ONU, Tedros Adhanom Ghebreyesus, explicou que o vírus tem “potencial pandêmico”, mas que ainda não é observado pela organização um “espalhamento descontrolado da doença.”

“O que vemos são epidemias em partes diferentes do mundo, afetando partes diferentes do mundo”, disse Ghebreyesus.

O diretor-geral disse que a decisão de não usar a palavra pandemia para descrever a epidemia de Covid-19 está baseada no perfil de espalhamento da doença. “Chamar de pandemia, além de ser contra os fatos, pode causar medo. Não é hora de focar nas palavras. Agora é o momento para que países e pessoas se preparem.”

Destaques do Covid-19 nesta segunda:

  • Na China, são 77.362 casos confirmados e 2.618 mortes;
  • No mundo, são 2.101 pacientes infectados e 23 mortes;
  • China adiou encontro anual do Parlamento do país em razão do surto.
  • Itália anunciou a sexta morte causada pelo novo coronavírus
  • Veneza cancelou os dois últimos dias do carnaval.
  • Um porta-voz da OMS explicou à agência Reuters que, o surto de Covid-19 continua sendo classificado como “emergência internacional”, mas que a OMS não tem uma categoria oficial para uma pandemia.Tarik Jasarevic, esclareceu que “a OMS não usa o antigo sistema de 6 fases – que vai da fase 1 (sem relatos de influenza animal causando infecções humanas) à fase 6 (uma pandemia) – com a qual algumas pessoas podem estar familiarizadas devido ao H1N1 em 2009.”

    Casos se espalham

    O medo de uma pandemia de coronavírus aumentou após o crescimento acentuado em novos casos relatados no Irã, Itália e Coreia do Sul, embora a China tenha relaxado as restrições ao movimento em vários lugares, incluindo Pequim, à medida que as taxas de novas infecções diminuíram.

    A OMS, com sede em Genebra, declarou que o surto de gripe suína H1N1 de 2009 foi uma pandemia, que acabou sendo leve, levando a algumas críticas depois que as empresas farmacêuticas aceleraram o desenvolvimento de vacinas e medicamentos.

    Emergência internacional

    A OMS declarou o novo coronavírus que surgiu em Wuhan, China, em dezembro, como uma emergência de saúde pública de preocupação internacional, conhecida como PHEIC, em 30 de janeiro. A designação, que permanece em vigor, tinha como objetivo ajudar países com sistemas de saúde mais fracos em suas defesas, especialmente na África.

    Desde então, o vírus se espalhou, com mais de 77.000 infecções conhecidas na China, incluindo 2.445 mortes e 1.769 casos e 17 mortes em 28 outros países, mostram os últimos números da OMS. Coreia do Sul, Japão e Itália estão enfrentando grandes surtos.

    Coloquialmente, pandemia é usado para indicar o surto de um novo patógeno que se espalha facilmente de pessoas a pessoa em todo o mundo, disse Jasarevic.

    Por G1

Lapa FM 104,9

 

Youtube

Nosso Parceiros

 
uniftc

Anuncie

Seja nosso parceiro, anuncie aqui!
Promoção
educa-mais-brasil

Sigam